Menu

Veja como usar lustres de cristal na sala de jantar

Lustres de cristal podem ter vários estilos, cores e procedências, mas a peça de maior destaque nesse tipo de luminária é o lustre de cristal francês. Este surgiu no final do século XII na França e seus cristais facetados serviam para refletiam a luz das velas, sendo um modelo perfeito para se aprender sobre a utilização dessas peças.

Hoje os lustres possuem pequenas lâmpadas, que devem ter iluminação fraca para imitar o efeito das velas que eram usadas antigamente. É a luz suave que faz com que os cristais brilhem de forma sutil e delicada, por isso, deve-se regular a intensidade da luz com um dimmer. Caso contrário, o efeito mágico que as pessoas desejam com um lustre não será atingido.

Se essa iluminação não for suficiente complemente-a com luminárias contemporâneas embutidas no teto, arandelas nas paredes ou algum outro recurso de iluminação disponível. Nunca use lâmpadas eletrônicas (fluorescentes).

As pequenas lâmpadas podem ser leitosas, para que não seja possível ver o filete de metal em seu interior, dando um efeito sutil. Também é possível usar pequenas cúpulas de tecido ou papel cobrindo essas lâmpadas, o que dá um efeito delicado à peça.

O diâmetro e a altura do lustre devem ser proporcionais ao tamanho da mesa de jantar. Sua parte inferior pode ficar de 90cm a 1 metro do tampo da mesa. A corda ou haste que prende o lustre ao teto pode ser regulada.

Importante: lustres são pesados e não podem ser fixados em tetos de gesso, tendo que ser colocados em um suporte na laje para sua sustentação.

Procure fixar o lustre antes de colocar a mesa de jantar no local. A limpeza dos cristais deve ser feita regularmente, para que eles não fiquem embaçados e percam sua beleza. O recomendado é retirar a peça uma vez por ano, para sua limpeza completa, que deve ser feita com profissionais especializados nesse tipo de serviço.

Há muitos modelos de cristal contemporâneos inspirados nos originais franceses. Os cristais podem ser coloridos e seus formatos  simplificados. Outra tendência contemporânea é usar o lustre de cristal dentro de uma grande cúpula, que mantém o clima de glamour da peça, mas ao mesmo tempo simplifica seu eventual efeito exagerado.

Desenvolvido por Atalho Comunicação